9.09.2009

lOst

Podemos correr o risco de encarar o google earth como um mero instrumento de medida. Uma forma de medir o mundo. Não esta, mas outra mais abrangente. Um pequeno deslize do rato pode transportar-nos, em segundos, de um deserto a uma longínqua floresta tropical. Pelo meio, uma distância interrompida por um ou outro acidente visual que nos paralisa a mão para, de seguida, accionar o mecanismo zoom e fixar um ponto. Nada de novo.
Também o poderíamos entender como uma forma de catalogar o mundo. Mas daí, o que fazer com pequenos incidentes que não entendemos?

3 Comentários:

Anonymous Anónimo disse...

Olá a todos os que escrevem no blog....
mt bem,
até já o Blogosfera fala em vcs....mts parabéns pelos posts :)
bjs
analuis

13/9/09 23:46  
Blogger armando disse...

olá ana!
é pena o "biosfera" nos apanhar numa fase de inércia total.
vamos tentar remediar, na medida do possível.
muito obrigado!

15/9/09 21:41  
Blogger Sr° Felix disse...

38°41'41.59" N 9°11'53.14" W

9/10/10 00:01  

Enviar um comentário

<< voltar